Gonioscopia

A GONIOSCOPIA é o exame mais importante para a classificação do GLAUCOMA. Ele permite verificar o ângulo da câmara anterior do olho, onde a íris se encontra com a córnea. Também auxilia na investigação de tumores da íris, trauma ocular e outras anormalidades. Com o paciente posicionado em frente a um aparelho chamado de lâmpada de fenda, o médico posiciona a lente de GONIOSCOPIA com uma substância gelatinosa em contato com a córnea. O paciente fixa o olhar em um ponto e o médico examina o interior da câmara anterior do olho.

 

INDICAÇÕES PARA O EXAME DE GONIOSCOPIA

É indicado em casos de cistos de íris, aderências da íris secundária a processos inflamatórios e hemorrágicos ou tumores de íris e corpo ciliar. Também em pós-operatório de várias cirurgias intraoculares (catarata, glaucoma, transplante de córnea, retina e vítreo) e também no acompanhamento de traumatismos.

 

ORIENTAÇÕES NECESSÁRIAS


  • Não há necessidade de jejum;
  • Caso use lente de contato, orienta-se retirá-las para o exame, podendo voltar a utilizá-las algumas horas após o término do procedimento;
  • Não suspenda medicamentos e/ou colírios;
  • Utiliza-se colírio anestésico (efeito durante 30 minutos) e outro colírio gelatinoso que gera embaçamento visual por até 2 horas;
  • O paciente é orientado para encostar a região frontal na testeira da lâmpada de fenda, um aparelho oftalmológico que utiliza luz e lentes de microscópio. Posiciona-se uma lente de gonioscopia com uma substância gelatinosa (metilcelulose a 2%) em contato com a córnea. O médico examina através desta lente de aumento, que tem espelhos com diferentes angulações, o interior da câmara anterior;
  • O exame é desconfortável e deverá ser feito com fixação do olhar;
  • O resultado do exame é descritivo;
  • O exame é tecnicamente difícil em crianças pequenas ou pacientes pouco colaborativos.

VOCÊ SABIA QUE É POSSÍVEL REALIZAR UM AGENDAMENTO ONLINE?