cirurgia de calazio

 

A CIRURGIA OU EXERESE DE CALÁZIO é uma cirurgia pequena e o último recurso no tratamento da doença. A operação é rápida e é efetuada sob anestesia local. A CIRURGIA DE CALÁZIO normalmente não deixa cicatriz, em geral é efetuada pela parte interna da pálpebra. Seu tempo de recuperação é curto e os pacientes voltam à atividade normal em alguns dias.

O QUE É CALÁZIO?


O CALÁZIO é um pequeno quisto ou nódulo, cheio de secreção, com um aspecto de “inchaço ou caroço na pálpebra” provocado pela inflamação de uma glândula da pálpebra. O calázio às vezes é confundido com terçol, mas ele não é causado pela presença de bactérias, embora a área afetada possa se tornar infectada por bactérias.

 

TRATAMENTO


Calázios pequenos geralmente não provocam complicações e tendem a desaparecer sem a necessidade de tratamento. Quando maiores necessitam de atenção, já que podem causar desconforto estético e alterações na curvatura corneana. As medidas são simples: compressas mornas aplicadas sobre o olho fechado podem ajudar. É preciso colocar um pano limpo e úmido na região por volta de 5 minutos cerca de 4 vezes por dia. Em algumas semanas, o nódulo deve ter desaparecido.

Em alguns casos, pode ser necessário o uso de antibióticos somados à compressa. Caso o nódulo seja persistente ou reincida após o uso das compressas mornas, uma aplicação de esteróides no local pode ser considerada. Calázios grandes e que não respondem bem aos outros tratamentos podem ser removidos via cirurgia. Não deixe de procurar por ajuda diante dos sinais descritos acima. O tratamento é simples e eficaz, portanto, não há necessidade de se conviver com algo tão incômodo.