biometria óptica

 

ENTEDA OS MOTIVOS DA BIOMETRIA ÓPTICA

A cirurgia moderna de facectomia com implante de lente intra-ocular (LIO) exige precisão no resultado refracional. Atualmente, com a era da técnica de facoemulsificação e o uso das lentes dobráveis, com menores incisões e aprimoramento da técnica cirúrgica. A indicação cirúrgica se tornou mais precoce, restando apenas, como fator problemático, o cálculo da LIO. O cálculo da lente intra-ocular também sofreu várias mudanças nas últimas décadas. Sendo que atualmente ainda encontramos dificuldades em certos casos.

O cálculo da lente intra-ocular baseia-se na medida precisa da ceratometria (ceratômetro ou ceratoscopia computadorizada), do comprimento axial (tamanho do olho) e da profundidade da câmara anterior, os últimos sendo realizados atualmente e há muitos anos pelo biômetro ultrassônico, que obtém as medidas através dos ecos refletidos pelo som emitido pelo aparelho, que se propaga através das estruturas.

Biômetro Óptico

Um novo aparelho foi desenvolvido para biometria: um biômetro óptico, de não contato, que utiliza um feixe de luz para obter as medidas necessárias no cálculo do comprimento axial que, semelhante à tomografia de coerência óptica, utiliza a técnica de interferometria de coerência parcial. Este biômetro realiza as medidas de comprimento axial, ceratometria, profundidade da câmara anterior e paquimetria. Como o paciente mantém o olhar fixo a uma mira, a mensuração é realizada até a área macular.

A biometria óptica tem grande aplicação por ser de não contato, pois proporciona conforto, evita lesões corneanas, contaminações e elimina a aplanação inadvertida da superfície da córnea que poderia alterar a determinação do comprimento axial e consequentemente o resultado refracional, diferentemente do biômetro ultrassônico que necessita de contato corneano, com exceção da técnica de imersão, menos utilizada.

Considerações

Há que se considerar que a biometria óptica necessita de cooperação do paciente na fixação, e olhar estável para uma mira fixadora por alguns instantes, o que pode ser impossível no exame de crianças, de pacientes com retardo neuro-psicomotor ou pouco colaborativos, de pacientes com baixa acuidade visual devido a problemas vítreo-retinianos, ambliopia, ou em pacientes com nistagmo ou estrabismo.

Considera-se que a biometria óptica deverá ser preferida à atual técnica de biometria ultrassônica, devido à maior precisão gerada na mensuração do comprimento axial e à possibilidade de medida mais acurada em olhos preenchidos por substâncias substitutas do corpo vítreo e em olhos com miopia extrema portadores de estafilomas, mas deve-se considerar que, devido a opacidades mais densas de córnea, de cristalino e de outros meios do globo ocular, e à falta de colaboração de um paciente à fixação, a biometria óptica não deverá substituir totalmente a biometria ultra-sônica, que continuará a ser empregada em casos em que a biometria óptica seja impossível.

 

ORIENTAÇÕES


Este exame é indolor, não invasivo e de não contato.

Usuários de lente de contato devem interromper uso 5 dias antes do exame.

O procedimento tem duração de aproximadamente 10 minutos por olho.

VOCÊ SABIA QUE É POSSÍVEL REALIZAR UM AGENDAMENTO ONLINE?