astigmatismo

 

O Astigmatismo é um erro refrativo comum no qual o olho não foca a luz uniformemente sobre a retina (tecido sensível à luz na parte de trás do olho). Caracteriza-se por um efeito óptico resultante de uma curvatura desigual da córnea e mais raramente do cristalino ou do globo ocular como um todo. O efeito de distorção da imagem causado por alteração no formato córnea faz com que a luz foque em pontos diferentes levando a uma visão embaçada. É como se fosse uma TV desfocada, onde vemos fantasmas ao redor das imagens. A intensidade disso terá variação de acordo com a gravidade do problema e o esforço visual de cada paciente.

O astigmatismo ocorrerá quando a córnea apresentar uma maior curvatura em um determinado sentido do que no outro. O paciente com Astigmatismo terá dificuldade para enxergar tanto de longe quanto de perto. A córnea que normalmente é redonda (esférica), no caso de Astigmatismo apresentará uma forma ovalada, também chamado de “oblonga” (parecida com uma bola de futebol americano).

Denomina-se “astigmata” o paciente com Astigmatismo. Estes pacientes apresentam dificuldade para ler um simples texto ou ver pequenos detalhes. O Astigmatismo pode ainda estar associado a outros erros refrativos (miopia, hipermetropia, presbiopia) ou doenças dos olhos (ceratocone, cicatrizes corneanas).

 

CAUSAS


Acredita-se que o astigmatismo possa estar relacionado a herança genética, ou seja, se você ou outros membros da família também possuírem algum erro de refração, é bem provável que seus filhos também o apresentem.

Geralmente, o astigmatismo aparece ao nascimento e sofre poucas alterações durante o desenvolvimento. Pode ainda surgir depois de um trauma ocular que comprometa a córnea ou o cristalino, após intervenção cirúrgica oftalmológica ou estar relacionado com outras doenças oculares, como ceratocone, por exemplo.

O astigmatismo não é causado ou agravado pela leitura com pouca luz, sentar muito perto da televisão ou estrabismo. Uma causa importante de astigmatismo é coçar o olho, prática muito comum em locais com o clima seco e alta concentração de poeira no ar.

 

TIPOS DE ASTIGMATISMO


O Astigmatismo pode ser baseado pela estrutura assimétrica, pelos meridianos principais ou pelo foco dos meridianos principais.

Astigmatismo baseado na estrutura assimétrica.

Pode ser provocado pela irregularidade da córnea ou do cristalino, que são estruturas responsáveis pela focalização dos raios luminosos.

 

Astigmatismo baseado nos meridianos principais.

Esse tipo de astigmatismo pode ser:

  • Regular – quando há uma diferença de curvatura na córnea, geralmente é hereditário.
  • Irregular – quando a córnea é muito desigual; pode ser provocada por cicatrizes na córnea devida a lesões ou inflamações.
  • Composto – quando é associado à outra deficiência visual, como miopia ou hipermetropia.

 

Astigmatismo baseado no foco dos meridianos principais.

Pode ser:

  • Astigmatismo miópico simples:É aquele em que a luz emitida por um meridiano se foca sobre a retina e a do meridiano perpendicular se forma antes da retina.
  • Astigmatismo hipermétrope simples –É aquele no qual a luz emitida por um meridiano se foca sobre a retina e a do meridiano perpendicular se forma após a retina.
  • Astigmatismo miópico composto– É aquele no qual a luz emitida por um meridiano se foca antes da retina e a do meridiano perpendicular se forma também antes da retina em outro local.
  • Astigmatismo hipermetrópico composto – A luz emitida por um meridiano se foca após a retina e no meridiano perpendicular também em pontos diferentes.
  • Astigmatismo misto –  A luz emitida por um meridiano se foca antes da retina e no meridiano perpendicular se foca após a retina, ou seja, o olho é míope e hipermétrope ao mesmo tempo.

 

SINTOMAS


Geralmente, o paciente com o Astigmatismo poderá apresentar os seguintes sintomas e ações:

  • Cansaço visual (astenopia);
  • Dor de cabeça e náuseas;
  • Dor nos olhos;
  • Dificuldade para enxergar à noite;
  • Necessidade de apertar os olhos para tentar focalizar as imagens;
  • Lacrimejamento;
  • Visão turva ou distorcida em todas as distâncias;

Dentre os sintomas, o mais evidente é o cansaço visual. Um estudo realizado com uma população brasileira do Sudeste revelou que pacientes com astigmatismo reclamam desse problema em mais de 60% das vezes.

Crianças costumam ter muito desses sintomas, especialmente por causa das atividades escolares. Tanto as aulas quanto os estudos em casa requerem muitas horas de concentração, o que pode sobrecarregar a visão, especialmente quando é necessário um esforço maior para superar o problema de refração.

O astigmatismo também pode ser assintomático, principalmente nas crianças e nos casos onde os pacientes apresentem um grau leve.

 

TRATAMENTO


O Astigmatismo pode ser corrigido com o uso correto de óculos, lentes de contato ou cirurgia. O estilo de vida de cada paciente vai influenciar a forma de tratamento da doença. Entre os tipos de tratamento estão:

Uso de óculos: É a forma mais simples e segura de tratamento onde o oftalmologista vai prescrever quais são as lentes apropriadas para ajudar neste processo. As lentes mais indicadas para o Astigmatismo são as lentes cilíndricas.

Lentes de contato: Elas funcionam por serem a primeira superfície refrativa para os raios de luz que entram no olho. Elas possibilitam uma visão mais clara, um campo de visão mais amplo, e maior conforto. Devem ser adaptadas para curvaturas específicas e com espessuras diferentes ao longo da superfície ocular para compensar a superfície irregular da córnea.

Cirurgia refrativa: Objetiva mudar o formato da córnea permanentemente. Esta mudança no formato da córnea restaura o foco do olho.

 

CONSIDERAÇÕES


O astigmatismo pode afetar tanto os adultos quanto as crianças, há pacientes com astigmatismo que não perceberão tanta alteração. Contudo, é muito importante realizar os exames oftalmológicos em intervalos regulares para detectar precocemente quaisquer problemas na visão.

O paciente também pode auxiliar prestando atenção diariamente em qualquer mudança na visão, isso ajuda a detectar problemas de visão comuns precocemente. Além disso, outros exames que poderão ser solicitados pelo médico para melhor avaliar o quadro.

você sabe como é feita a cirurgia dessa doença?

VOCÊ SABIA QUE É POSSÍVEL REALIZAR UM AGENDAMENTO ONLINE?