quem pode usar lentes de contato

 

As lentes de contato têm conquistado cada vez mais espaço e caído no gosto dos usuários por serem seguras, confortáveis, e facilitarem a prática de atividades físicas.

A ideia de usar lentes corretivas diretamente nos olhos surgiu por volta de 1508, por Leonardo da Vinci, que imaginou a construção de uma lente que, posta na superfície do globo ocular, poderia corrigir os problemas de visão.

Mas somente em 1887 que as primeiras foram construídas pelo fisiologista alemão Adolf Eugen Fick. As primeiras unidades não tiveram sucesso, pois eram feitas de vidro, e por conta da rigidez do material, acabavam ferindo os olhos de quem usava.

Desde então, a tecnologia evoluiu e atualmente existem modelos de lentes específicas e adaptáveis a quase todos os tipos de problemas de visão e erros refrativos.

 Mas afinal, quem pode usar lentes de contato?

Todos podem usar lentes de contato!

As lentes vieram para facilitar seu dia a dia, principalmente se você não gosta dos óculos de grau. Podem ser usadas até mesmo por crianças, desde que elas mantenham os cuidados necessários.

O ideal é que você procure um oftalmologista que avalie o seu caso e determine qual o melhor tipo de lente para o eu caso. Além disso, existem diversos fatores que precisam ser levados em conta na hora de escolher uma lente, como secura e formato dos olhos.

Para quais problemas de visão as lentes podem ser usadas?

Miopia

Pessoas com miopia têm dificuldades para enxergar de longe. As lentes de contato que corrigem a miopia são mais finas no centro do que nas bordas. Dessa forma, a luz é melhor direcionada para a retina.

Hipermetropia

É o oposto da miopia e caracteriza-se pela dificuldade de enxergar objetos de perto. Para corrigir esse problema, as lentes devem ser mais finas nas bordas e grossas no centro. Assim, a imagem poderá ser projetada e focada corretamente na retina.

Astigmatismo

Durante muito tempo, não existiam lentes de contato para pacientes com astigmatismo. Isso porque  essa condição dificulta a visão em todas as distâncias, tanto para longe, quanto para perto.

Entretanto, com os avanços tecnológicos, foi possível desenvolver lentes que se adaptam às diferenças individuais dos olhos.

Hoje em dia, existem lentes específicas com formato cilíndrico que compensam a irregularidade da córnea. São também conhecidas como lentes tóricas.

Rotina de limpeza das lentes e bons hábitos de uso

Além da higiene, alguns hábitos e cuidados se tornam parte da vida de quem usa lentes de contato.

Limpeza

Para limpar as lentes, é necessário utilizar um produto adequado como, as soluções específicas ou produtos à base de peróxido de hidrogênio. O oftalmologista indicará a melhor opção para seu caso.

Nunca use água da torneira ou mesmo filtrada/mineral para a higienização das lentes de contato. Somente os produtos desenvolvidos especificamente para esse propósito devem ser usados para limpar suas lentes.

Ao serem colocadas nos olhos, as lentes só precisam ser enxaguadas com a solução. A limpeza maior é feita na retirada delas: neste momento, cada uma deve ser friccionada delicadamente com a ponta do dedo sobre a palma da mão, com um pouco de solução de limpeza, para remover os resíduos de gordura que se acumularam nos olhos ao longo do dia. Após a fricção, elas são colocadas de volta ao estojo e mergulhadas na mesma solução.

Vale destacar que as lentes de contato de descarte diário dispensam essa rotina de limpeza, armazenamento no estojo e manutenção, pois são descartadas ao final do dia ou período de uso.

Não durma de lente

Outro ponto importante é não dormir com as lentes de contato. A não ser que haja recomendação médica para a correção de algum problema, as lentes de contato devem ser retiradas antes de dormir. Caso o faça sem querer, é comum acordar com sensação de olhos secos e embasamento visual.

Neste caso, não retire as lentes imediatamente, o recomendado é pingar um pouco de colírio lubrificante e esperar alguns minutos para a retirada.

Respeite o prazo de validade

Para finalizar, respeite o prazo de validade das lentes de contato. Existem lentes de uso e descarte diário, quinzenal, mensal e anual. O prazo de validade deve ser respeitado para evitar o risco de complicações e problemas mais graves.

As vantagens das lentes de contato começam com a estética e vão até o conforto para praticar atividades limitadas pelos óculos, como a prática de esportes. Além destes benefícios, ainda há o aumento do campo de visão – o que é ideal se você é ciclista, motociclista ou motorista, e necessita de visão periférica para dirigir ou pilotar -, e conforto ao longo das atividades diárias.

Consultar um oftalmologista frequentemente e manter os hábitos corretos durante o uso são as receitas para que a sua experiência com as lentes de contato seja bem-sucedida.

Você usa lentes de contato? Compartilhe suas experiências nos comentários.